Nada de poesias ou narrativas, hoje. Escrever não é só criar histórias.

Olá, meu querido leitor! Olá, minha querida leitora! Como vocês já perceberam, no post de hoje não temos uma poesia interessante ou uma crônica para passar o tempo. Hoje vocês lerão o desabafo de uma blogueira que está muito insatisfeita com a faculdade que cursa.

Reconheço que talvez eu esteja sendo radical demais no que tange o título deste texto. Há experiências e experiências, e pode ser que alguém venha aqui dizer que está amando o ensino à distância da universidade Estácio de Sá e defender com unhas e dentes a instituição. A vocês, dou todo o direito de expor o quanto discorda de mim, desde que, é claro, o faça de maneira respeitosa. Mas, antes de tudo, quero deixar três coisas claras aqui: a primeira é que o post não tem o objetivo de protestar contra a Estácio como um todo. Sou aluna do ensino EAD e, já que é assim, não tenho conhecimento e nem posso falar das outras modalidades de ensino da faculdade. Aliás, se você for aluno de outra modalidade, peço, mais uma vez, que se sinta a vontade para comentar suas experiências, sejam elas positivas ou negativas.

A segunda é que, apesar de o título apenas mencionar a modalidade de ensino, vocês verão também reclamações sobre atendimento e estrutura, pois tenho que ir ao campus fazer prova e, logo na primeira vez, fiquei decepcionada com o que vi. A terceira (muito parecida com a primeira), é que eu posso falar apenas do meu curso. Talvez a instituição esteja melhor organizada em outras áreas, mas se você pretende cursar Pedagogia, a Estácio pode não ser a melhor opção no momento.

Eu comecei a cursar Pedagogia no ano passado e a minha escolha foi a modalidade a distância. Fazer uma faculdade assim, ao contrário do que muitos talvez pensem, pode ser ainda mais complicado do que fazer uma faculdade presencial, por uma série de fatores. Uma delas é a ausência de colegas de turma, que muitas vezes são capazes de nos encorajar e tornar esta jornada algo bastante prazeroso. Outro ponto importante é que, depois de um dia exaustivo de trabalho, tudo o que se menos deseja é estudar, não é verdade? Com certeza. Mas, quando se é aluno EAD, você definitivamente deve espantar esses pensamentos e estar disposto a passar por cima do seu cansaço, afinal, tudo, absolutamente tudo, depende de você. É você quem tem que, praticamente, se dar aula. Tem que se preocupar em ler os livros didáticos e os que lhe foram indicados, em fazer atividades, simulados, organizar seus horários… Tudo está por sua conta, e sem aquela divisão de tempo sala de aula/casa. Eu costumo dizer para mim mesma que, em EAD, é você, você mesmo e a sua vontade. É preciso ser disciplinado e ter muita, mas muita disposição.

Por causa de tudo isso, acredito que uma das maiores preocupações das instituições deveria ser disponibilizar uma plataforma online prática e conteúdo bem preparado para, dessa forma, incentivar o aluno que já conta com alguns obstáculos para se graduar. Além disso, é importante que o aluno perceba que está sendo cobrado pelo que aprende e isto não é o que observo na Estácio de Sá. Para facilitar o entendimento do leitor, fiz uma lista das minhas insatisfações com a universidade e, embaixo de cada tópico, dou uma breve (ou não tão breve assim) explicação. Acompanhem.

1) Falta de trabalhos e demais atividades.

Quem faz, sabe: faculdade é uma correria só. O estudante tem que se virar para fazer trabalhos, apresentar seminários, pesquisas, resumos… Ufa! E isto não é particularidade da modalidade presencial, não. Conheço pessoas que fizeram Pedagogia EAD e, volta e meia, estavam sufocados com o tanto de tarefas que fizeram parte de sua graduação. Mas, quando a moça que vos fala entra na sua sala de aula virtual e vai ao mural Trabalhos, o número que marca a quantidade destes é sempre o mesmo: 0! E, já que é assim, o que resta é fazer as atividades de gabarito. Ótimo então, talvez você me diga. Se há essas atividades, não é tão ruim. E eu te respondo que sim, é ruim, pois já cansei de ter que parar as atividades para enviar um aviso que há algum erro no exercício. Parece bobagem? Não, não é. Você está se desdobrando para aprender com suas próprias forças e ainda tem que corrigir os erros da faculdade?

Outra coisa da qual ainda pode se valer são os fóruns. E ele é o número 2 da lista…

2) O fórum

No primeiro semestre, os professores colocavam um tema relacionado às aulas para comentarmos. Eles poderiam colocar, ainda, um vídeo para assistirmos ou sugerir alguns itens para escolhermos e discutirmos. Qual não foi a minha surpresa quando, neste semestre, descobri que este sistema havia acabado e que agora, o fórum se abre, o aluno coloca os seus apontamentos, ou fala o que entendeu da aula e… Pronto. Dessa forma, você é pontuado. Quanta cobrança, não?

3) O conteúdo online

Algo similar ao que acontece com as atividades (ou o Teste seu Conhecimento, como é comumente chamado), acontece com o conteúdo das aulas. Disponibilizam para nós links que estão desatualizados, ou que nem existem mais, é possível ver palavras formadas por caracteres estranhos (e lá vou eu sinalizar isso novamente!), e, entre uma aula ou outra, seja ela teletransmitida ou não, você percebe que sequer houve uma revisão de conteúdo antes de o semestre letivo começar, ao se deparar com informações desatualizadas, como por exemplo, um professor falando que o Windows mais novo, em pleno ano de 2017, é o 7.

4) Problemas na plataforma

Esta é uma das coisas que mais me irrita. Vou mencionar dois casos recentes.

A Estácio disponibiliza jogos para ajudar nas horas AAC (atividades extracurriculares). Entro e participo dos jogos e, no final das contas, minha pontuação não cai no sistema. Tudo bem, paciência. Essas coisas acontecem, não é mesmo?

Fiz algumas horas de atividade extracurricular fora da faculdade e preciso enviar meu comprovante. Sem sucesso. Vou ao chat e relato o que aconteceu à atendente. A resposta que eu recebo é simples: está ocorrendo um problema técnico. Tente novamente em outro momento. Achar que é normal? Não posso. Pois foi essa mesma resposta que obtive na primeira situação e foram outras parecidas que obtive nas demais. E os mesmos problemas persistem. E nos levam ao item 5.

5) Atendimento

O despreparo é notável. Já aconteceu de eu tentar obter uma informação por internet e falarem que a mesma só poderia ser respondida por telefone. Adivinhem o que me disseram para fazer quando telefonei? Seria cômico, se não fosse trágico!

6) A estrutura

Pagar as mensalidades lhe faz ter o direito de ter uma estrutura impecável. Eu sei que nada é extremamente perfeito, mas certas coisas são um pouco demais para passarem por alto.

Salvador, Bahia. Campus Gilberto Gil. Térreo e andares superiores estão, do pouco que vi, excelentes. Desçamos agora para o estacionamento, onde funciona o prédio no qual realizo minhas provas. Sigamos ao banheiro feminino. Decepção! Não é porque é uma área mais escondida que significa que mereça menos cuidado! O banheiro possuía portas quebradas, torneiras em mal estado… Terrível.

Termino aqui minha lista. Queria dizer que, dos seis itens, são o 1, 2 e 3 os mais incômodos para mim. É que diz respeito diretamente a qualidade de ensino. É facilmente notável o quanto é superficial. Raso. Para perceber isso basta dar uma olhada no seu sistema de pontuação. E, para quem acha que o que importa não é segurar um diploma de nível superior nas mãos, mas sim aprender de verdade e se tornar um bom profissional, investir em uma faculdade assim não é nenhuma vantagem. É, na verdade, um verdadeiro desperdício de dinheiro e tempo. E, quando o sonhado dia da formatura chegar, quero ter certeza de que fui bem preparada, que vivi experiências válidas para exercer minha profissão com dignidade.

Por isso, estou desistindo da Estácio de Sá. Posso até voltar para lá algum dia, mas se comprovar que a modalidade presencial é totalmente diferente. Ou se houver mudanças na modalidade EAD. Mas, por ora, meu conselho é: vai fazer EAD? Não faça na Estácio!

Anúncios

2 comentários sobre “Vai fazer EAD? Não faça na Estácio!

  1. Oii Isaaa, vi seu comentário no meu blog e vim aqui ler o post.. Poxa, que pena que você não gostou do EAD. Realmente tenho que concordar com você em relação ao atendimento.. Ninguém sabe nada, nem por telefone e nem presencial. Sobre os conteúdos acho bacana, na minha opinião são aprofundados e cabe a nós irmos atrás quando quisermos mais informações. Como você mesma disse, no EAD é muito esforço e dedicação de nós mesmo. Ia te perguntar se você saiu da escola e foi fazer direto o EAD, porque acho uma mudança brusca. Não sei se você viu, mas essa é minha segunda graduação, fiz a primeira na modalidade presencial na Estácio mesmo e não senti nenhuma diferença em relação ao conteúdo. Só que no EAD é mais ‘solitário’ o estudo e muita coisa a gente tem que buscar por fora. Mas nem todos gostam do EAD e isso é normal, pelo menos você teve essa experiência para ver que não gostou e resolveu mudar. Espero que você se encontre na nova modalidade e instituição que escolher, o importante é não parar de estudar e não desistirmos de nossos sonhos.
    Super beijo!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Olá, Renata! Muito obrigada pela sua atenção! E sim, esta é a minha primeira graduação e, por isso, pode se dizer que eu saí do ensino médio e optei pela faculdade EAD. Realmente não gostei da experiência, mas, pode ser que aconteceu o que você mesma disse: por ter o costume de ter professores e colegas ao meu lado, talvez a nova modalidade de ensino tenha sido um grande impacto. Talvez seja bom que eu passe pela experiência do presencial, visto que é a minha primeira vez na faculdade, para, na segunda graduação, mais experiente e, porque não dizer, madura também rs, fazer o EAD. Agradeço mesmo ao seu comentário, e espero que continue me visitando, assim como eu pretendo te visitar mais vezes!
      Grande beijo!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s