Olá, pessoal! Tudo certo com vocês? Espero que sim.

Quem esteve aqui ontem, sabe que o post foi uma reclamação sobre a faculdade EAD que faço. E foi realmente bom fazer isso! Recebi o comentário de uma blogueira que está se graduando  na mesma instituição e na mesma modalidade e trocar ideias com ela me fez ver outros pontos do meu caso.

Como disse ontem, no início do post, escrever não é só criar histórias. E é verdade. Digo isso porque, quando criei o blog, tinha a intenção de postar minhas poesias, contos e crônicas. Mas, também é interessante escrever sobre coisas do cotidiano, expressar nossos pensamentos, falar sobre a vida real… Isso pode proporcionar uma troca maravilhosa entre mim, a blogueira, e vocês, meus leitores!

Porém, o post de hoje carrega, novamente, o teor lírico. Eu fiz este poema há umas semanas atrás e, particularmente, gostei dele. Gostei desde o momento que estava escrevendo, imaginando os meus personagens, seus trajes medievais, os cenários, até a hora que terminei e o li, já completo. Agora chegou a hora de compartilhá-lo com vocês. Vamos conhecê-lo?


A Aventura do Iluminado da Muralha e da Consagrada da Rocha

O Iluminado da Muralha
Irreverente cavaleiro!
Explorava novos domínios
Em suas vestes branco e preto

Foi quando avistou
Em índigo, carmim e nevosa,
Uma doce e marota dama:
A Consagrada da Rocha!

Deram-se então as mãos
Numa descoberta de afinidades
Corriam na tranquilidade noturna
Festejando a jovialidade

E o Iluminado da Muralha
Sentia o seu coração bater
Pela sua nova companheira
E algo mais quis receber

A Consagrada da Rocha
Percebeu que era admirada
Mas como corresponder
Se a uma lei era devotada?

E mesmo sem querer,
Rejeitou a corte do amigo
E fugiu para longe
Tentando se livrar do perigo

As caçadas ficaram raras
Rios não eram mais explorados
E o que poderia crescer
Foi deixado de lado

E é isso o que se sabe
Do cavaleiro da tocha
E da dama da rocha
Declaro, então, o fim da história

Mas engana-se quem acha
Que o fim com tudo acaba:
O Iluminado às vezes se encontra
Com a menina consagrada!


Terminamos aqui hoje, gente! Deixem seus comentários! E um excelente final de semana!

damacavaleiro
Não encontrei o nome do pintor dessa tela… Se souber, por favor, me avise!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s