Falta de tempo…

Que saudades eu sinto de postar alguma coisa por aqui… Gente, estou sem tempo para nada. Ou quase nada. Não parei de escrever. Parei apenas de postar. Isso não significa que vou dar uma pausa no blog. Não vou mesmo! Tudo bem que as coisas por aqui estão bem, digamos, abafadas, mas eu vou dar um jeitinho. Não posso parar agora que atingi, com Joguem suas garrafas no mar!, a marca de 10 posts! Isso sem falar nos meus queridos seguidores! 😉

Ler mais

Anúncios

Tirando leite de pedra

Ah, meus dezessete anos! Que saudades eu tenho! Naquela época eu estava no terceiro ano do ensino médio. Pela tarde, estava na escola. Pela manhã, um curso técnico que sequer concluí. Também, o que realmente eu pretendia estudando Desenho de Construção Civil? Desenhar nunca foi meu forte e matemática também não. Agora, imagine o tédio que eu não sentia em uma aula dessas, sob a luz branca da sala e o frio do ar condicionado? Isso sem mencionar o fato de eu estar acordada deste antes de cinco horas da manhã…

Ler mais

Medo de escuro?

A noite chegou. Hora de dormir. A criança é colocada na cama pelos pais, que lhe dão um carinhoso beijo de boa noite. “Durma com os anjos”, eles dizem, antes de desligar a luz e sair do quarto, fechando a porta. Mas, o momento que deveria ser tranquilo torna-se uma agonizante seção de pavor. A criancinha ouve barulhos assustadores e sua fértil imaginação a leva a distinguir, na escuridão, coisas que sequer existem.

Ler mais